TikTok anuncia suspensão de criação de vídeos na Rússia

 Lei russa de 'fake news' foi considerada crucial para a medida


O TikTok usou as redes sociais neste domingo, 6, e anunciou a suspensão da criação de novos conteúdos e das transmissões ao vivo da plataforma na Rússia.

Segundo a rede, a medida é tomada devido a lei russa de 'fake news', que prevê até 15 anos de prisão a quem divulgar notícias falsas sobre as ações das Forças Armadas.

Não foi definido, no entanto, o que é considerado notícias falsas. O TikTok pontua que é uma opção de entretenimento e alívio durante o período de guerra e isolamento, entretanto, pontua que a segurança dos funcionários e usuários continua sendo a maior prioridade.



O TikTok usou as redes sociais neste domingo, 6, e anunciou a suspensão da criação de novos conteúdos e das transmissões ao vivo da plataforma na Rússia.

Segundo a rede, a medida é tomada devido a lei russa de 'fake news', que prevê até 15 anos de prisão a quem divulgar notícias falsas sobre as ações das Forças Armadas.

Não foi definido, no entanto, o que é considerado notícias falsas. O TikTok pontua que é uma opção de entretenimento e alívio durante o período de guerra e isolamento, entretanto, pontua que a segurança dos funcionários e usuários continua sendo a maior prioridade. 



"Não temos escolha a não ser suspender a transmissão ao vivo e novos conteúdos em nosso serviço de vídeo enquanto analisamos as implicações de segurança dessa lei. Nosso serviço de mensagens no aplicativo não será afetado", afirmou a rede em comunicado.

"Continuaremos a avaliar as circunstâncias em evolução na Rússia para determinar quando podemos retomar totalmente nossos serviços com segurança como nossa principal prioridade", finaliza o TikTok.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem