Família americana tenta embarcar em avião com granada e gera pânico em aeroporto de Israel

 Família americana tenta embarcar em avião com granada e gera pânico em aeroporto de Israel

Uma família de turistas americanos achou que seria uma boa ideia levar uma granada não detonada como lembracinha de viagem nesta quinta-feira (28). O souvernir causou confusão no aeroporto de Tel Aviv, o maior de Israel, já que a granada seria transportada de avião.

O grupo informou que o artefato doi encontrado em uma visita às colinas de Golã, território na fronteira com a Síria que Israel anexou após a Guerra dos Seis Dias, em 1967. A ideia da família, de acordo com o Times of Israel, traduzido pela Folha de S. Paulo, foi embalar a arma numa sacola plástica. No aeroporto, eles mostraram a granada aos seguranças.

Antes mesmo de se explicarem, a equipe de segurança solicitou a retirada dos passageiros da área de embarque, fazendo com que as pessoas em volta se desesperasse e provocarando pânico no terminal. Imagens publicadas nas redes sociais mostram dezenas de passageiros agachados ou deitados no chão, preocupados com uma possível detonação e a possibilidade de o caso ser um ataque terrorista.

Segundo a Autoridade Aeroportuária de Israel, um homem de 32 anos precisou ser hospitalizado após se ferir tentando fugir e tropeçar em uma esteira de bagagem. O órgão também informou, de acordo com a agência de notícias Reuters, que depois de prestar depoimento à equipe de segurança a família foi autorizada a embarcar - sem a granada.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem