Pai mata filho, cita acidente e atira contra próprio rosto

Responsável pelo assassinato escreveu uma carta onde cita acidente pela morte do filho


Foto: Reprodução


Um garoto de 11 anos de idade foi morto por um tiro disparado pelo próprio pai, de 41 anos, na última sexta-feira (27), no município de Fomosa, no Distrito Federal. Desesperado com a situação, o homem escreveu uma carta com pedido de desculpas e tentou tirar sua própria vida dando um tiro em seu rosto.

“Foi acidente. Matei meu filho. Deixa eu morrer. Matei meu filho por acidente. Peço perdão”, escreveu o homem.

 


 

Ao chegar no local do acontecimento, a Polícia Militar encontrou o pai consciente, com um tiro no rosto e segundando seu filho morto no colo. O homem foi encaminhado para um hospital, e, segundo o delegado Danilo Meneses que toma conta do caso, não corre risco de morte. O delegado também contou que os policiais militares chegaram na residência e logo ouviram o barulho de um segundo tiro, que foi o disparo feito pelo pai em tentativa de suicídio. A polícia investiga o crime como tiro acidental.

O autor dos disparos é atirador esportivo e trabalha como autônomo. De acordo com o delegado Meneses, ele possui quatro armas de fogo registradas em seu nome, e devido a dificuldades financeiras optou por vender uma espingarda calibre 12.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem