Header Ads

CPI do Sertanejo: Ministério Público está acompanhando contratações de artistas para São João na Bahia, diz promotor

Cidade de Teolândia, na Bahia, contratou Gusttavo Lima por mais de R$700 mil

 


O Ministério Público está de olho nas contratações de artistas para se apresentar em cidades que farão festa de São João na Bahia. A informação é de Justiça Frank Ferrari, Promotor de Moralidade Administrativa, em entrevista à rádio Metrópole na manhã desta quinta-feira (2).

Os cachês de artistas contratados com dinheiro público começaram a ganhar notoriedade após a chamada 'CPI do Sertanejo', que começou após uma crítica do cantor Zé Neto, da dupla com Cristino, a uma uma tatuagem no ânus de Anitta.

 


Zé Neto afirmou que não dependia da Lei Rouanet e que seus cachês "quem paga é o povo". A discussão que se seguiu à sua frase, dita num show em Mato Grosso, mostra que os sertanejos, em geral apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, se valem de recursos públicos para impulsionar suas carreiras, ainda que se gabem de não usar a Lei de Incentivo à Cultura.

 

"Sem dúvida o ministério público está acompanhando [os pagamentos na Bahia]. Houve expedição de recomendação pela Procuradora-Geral de Justiça estimulando os membros a fazerem esse acompanhamento em seus municípios e à vista de irregularidades tomar providências cabíveis a cada caso, mas sem dúvidas o MP está acompanhando os gastos com festejos juninos", disse.

O promotor ponderou que a fiscalização leva em conta o momento vivido por cidades baianas. “Estamos em um São João muito peculiar, depois de pandemia e restrições de mobilidade e ressocialização, então isso precisa ser considerado nas ações fiscalizatórias”, disse.


Na Bahia, um caso já chamou atenção. Para realizar o sonho de ver o cantor sertanejo, Gusttavo Lima, cantar na cidade de Teolândia, no baixo-sul da Bahia, durante a Festa da Banana, a prefeita Maria Baitinga de Santana (PP), conhecida como Rosa, vai desembolsar R$ 704 mil por uma apresentação de 1h30 do artista, no evento que acontece a partir do próximo sábado (4) e se estende até o dia 13 de junho.

De acordo com uma reportagem do Estadão, o município, no evento, vai gastar R$ 1,2 milhão para custear os cachês dos artistas, mesmo após ter sofrido com as chuvas, em dezembro do ano passado, e no momento em que a população ainda enfrenta os efeitos dos desastres. Gusttavo Lima se apresenta na festa neste domingo (5).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.