Hit em 2022, ‘Águas de Chuva’ de Silvanno Salles foi gravada há 7 anos: ‘Não tinha noção de que faria esse sucesso’

Sucesso na Bahia, a canção ajudou o artista a marcar mais shows no período de São João e proporcionou a Silvanno a gravação de seu 1º clipe

 


 

Conhecido por suas regravações no gênero do arrocha, o cantor Silvanno Salles tem um grande hit em 2022 para chamar de seu por inteiro, a música ‘Águas de Chuva’, composição de Filipe Escandurras, que caiu nas graças do público e é entoada aos quatro cantos da Bahia e no Brasil.


A canção se tornou quase um “hino” nos arredores dos estádios de Salvador, seja nos momentos de alegria, como um triunfo, ou uma vitória do seu time, ou nos momentos de tristeza, quando a equipe perde aquele gol importante para a conquista dos três pontos.

Mas você sabia que a faixa, que tem mais de 4 milhões de visualizações no YouTube e vem sendo tratada como uma grande novidade do repertório de Silvanno, foi lançada há sete anos?

 

 

 

Em entrevista ao portal, o cantor relembrou a história da canção, lançada em 2015 no álbum Volume 19. Segundo Silvanno, na época que o trabalho chegou para o público, Águas de Chuva não entrou como grande destaque no CD. O hit de 2022 perdeu o espaço no ouvido e no coração do público para uma regravação, a versão de ‘Chuva de Arroz’ de Luan Santana. “Eu digo que ‘Águas de Chuva’ é um presente de Deus. Essa música, Escandurras me deu de presente em 2015. 

 

Eu gravei ela em 2015 e ela veio estourar agora, sete anos depois. Na época eu trabalhei outras músicas, trabalhei Chuva de Arroz, que é uma versão de Luan Santana. Ela era a primeira música do CD e Águas de Chuva era uma das últimas. Chuva de Arroz estourou na minha voz, na época. Foi na época também de um show de arrocha, ‘O Encontro’, comigo, Pablo e Tayrone”.

 

 

O sucesso de ‘Águas de Chuva’ faz com que a faixa entre para o hall de hits quase autorais do artista, já que apesar dele ser o primeiro intérprete, as músicas são composições de outros artistas. Na lista é possível citar ‘Amor de Buzu’, ‘Eu Tô Carente’ e ‘Minha Doblô’.

Questionado pelo portal sobre a sensação de estourar com uma música original, Silvanno não escondeu a emoção. Durante a entrevista, que aconteceu pelo telefone, a voz do artista entregou a animação ao falar sobre as conquistas que ‘Águas de Chuva’ o proporcionou.

 

“Eu já vinha pedindo a Deus todas as noites antes de dormir para que estourasse uma música inédita, mas eu não tinha noção que seria uma música que eu já tinha gravado. Eu já tinha alguns shows marcados para o São João e consegui fechar datas para o São Pedro, na época, por causa da música. As cidades do interior pediram muito”, conta.

Silvanno conta que Feira de Santana foi a primeira cidade a abraçar a música: “Eu lembro que cheguei em início desse ano para fazer um show lá e eu nem sabia que a música já estava estourada, o pessoal pediu a música do início ao fim do show, ela nem estava no repertório. Falei com os músicos e a gente nem chegou a tocar a música toda, mas o público foi a loucura”.

Em suas redes sociais há registros de shows do cantor em diversas cidades baianas, um deles em Santo Amaro, onde a plateia consegue cantar mais alto que o próprio Silvanno, o hit do momento. O artista também já se apresentou fora da Bahia com a música e foi abraçado pelo Rio de Janeiro, Brasília e São Luís, no Maranhão.

 

 

Além da agenda cheia, o hit proporcionou a Silvanno Salles a gravação de seu primeiro clipe oficial, que foi finalizado em Aracaju lançado nesta semana. “Esse é o meu primeiro clipe oficial, com locação. Já tínhamos feito uma gravação em estúdio, mas esse é diferente. Eu gravei esse clipe em alto mar com direito a iate e tudo. 

 

Gravamos uma parte na Baía de Todos os Santos e a outra na ilha, está muito lindo”. Ao iBahia, o artista falou sobre os próximos passos. Silvanno conta que a ideia é seguir na linha das músicas originais e trabalhar a faixa ‘Saudade’, mas as regravações, sua grande marca, não ficará de lado. “Vamos trabalhar com ‘Saudade’, que também é inédita e vou trabalhar outra faixa também, mas essa fica em segredo. Vou gravar um clipe para ela também, vai ser um clipe atrás do outro. 

O povo cansou de só escutar música, eles querem os dois juntos. E continuo com as versões, eu quero fazer o que o povo gosta de ver e de ouvir”.

 

iBahia

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem