Madrasta é presa por bater de serrote em enteada

Os vizinhos denunciaram a madrasta por violência. O Conselho tutelar foi acionado parta cuidar da adolescente


 

Uma mulher de 35 anos foi presa suspeita de agredir a enteada, uma adolescente de 14 anos, com um serrote e um pedaço de emadeira com pregos. O caso aconteceu na noite dessa segunda-feira (18) em João Pessoa, na Paraíba.

De acordo com o G1, os vizinhos denunciaram a agressão contra a menor à polícia. Ao chegarem no local confirmaram a violência através das marcas no corpo da vítima. “Ela estava bem machucada, com os braços todos feridos. Ela [a madrasta] usava o pedaço de pau com pregos e a lâmina do serrote para bater na cabeça da adolescente que, para se defender, levantava os braços e acabava machucando-se. Ela estava sangrando, destas marcas do serrote, e também tinha cicatrizes de outras feridas da mesma maneira”, disse a delegada da mulher Amin Oliveira.

 


 

Em depoimento, a menor contou que há quatro anos não tem contato com a mãe biológica que está internada num hospital psiquiátrico. Por conta disso ela passou a morar com o pai, a madrasta e uma irmã de sete anos.  “Em janeiro deste ano, ele discutiu com a madrasta da adolescente, que pediu medida protetiva contra o homem, que acabou sendo preso em flagrante e se afastou da família, foi quando começou a violência contra ela”, disse a delegada.

As brigas aconteciam por motivos banais. “Se ela tocasse em alguma coisa que a madrasta não gostasse, se ela entrasse no quarto da madrasta, ela já partia para a violência. Conforme testemunhas, isso era continuado, tanto a violência verbal, que todos ouviam nas redondezas, como também a violência física”, explica Amin.

A adolescente fez exame de corpo de delito e foi encaminhada para cuidados do Conselho Tutelar. Já a madrasta vai aguardar pela audiência de custódia, que deve acontecer nesta terça-feira (19).

 

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem