Twitter sai do ar na manhã desta quinta-feira, poucos dias após desistência de compra por Elon Musk


O Twitter apresentou uma mensagem de erro para todos que tentavam acessar a rede social por volta das 9h20 da manhã desta quinta-feira (14/7). Em apenas seis minutos, o site Down Detector, que monitoriza o funcionamento das redes, reportou mais de 2,7 mil reclamações no brasil. em 11 minutos, nos Estados Unidas, mais de 52 reclamações haviam sido feitas.

Ao acessar a página inicial do Twitter, os internautas se deparam com uma mensagem de erro. "Algo deu errado, mas... tudo bem, não foi culpa sua. Vamos tentar novamente", diz o conteúdo.

Quando o Facebook, Instagram ou o Whatsapp tem problemas de funcionamento, os responsáveis costumam comunicar no Twitter. Até o momento, os donos da empresa não se manifestaram.

 

COMPRA

Na última sexta-feira (8/7), o homem mais rico do mundo desistiu de gastar a bagatela de US$ 48 bilhões (quase R$ 253 bilhões, na cotação atual) para comprar o twitter. Elon Musk afirmou que está encerrando seu acordo porque a rede não forneceu informações suficientes sobre o número de spam e contas falsas da plataforma.

Musk disse em um comunicado enviado à Folha de S. Paulo que o Twitter estava "violando materialmente várias disposições" do acordo de venda e "parecia ter feito representações falsas e enganosas". Para o fundador da marca de carros Tesla, o número de spam e contas falsas seria maior do que os 5% divulgados pelo Twitter, de acordo com uma análise preliminar de seus assessores.

O bilionário afirmou diversas vezes que estava pensando em desistir do acordo para comprar a rede social, proposto por ele em abril. Como parte do acordo, ele é obrigado a pagar uma multa de US$ 1 bilhão pela desistência. As ações do Twitter caíam 6%.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem