Header Ads

Caso Cristal: arma do crime é encontrada em casa no Largo Dois de Julho

 

A arma utilizada no latrocínio de Cristal Rodrigues Pacheco, de 15 anos, no Campo Grande, na última terça-feira (2/8), foi apreendida durante a Operação Purgato, no Centro de Salvador, nesta sexta-feira (5/8).

De acordo com a assessoria da Polícia Civil, a pistola calibre 6.35 foi encontrada com um carregador e três munições intactas, na casa de um adolescente, na Rua do Sodré, no Largo Dois de Julho. Com ele também foram encontradas porções de cocaína.

A assessoria diz ainda que, segundo informações levantadas em campo, a acusada do latrocínio, Andréa Santos Carvalho, conhecida como “Andréa Rasta”, entregou a arma ao adolescente, que a escondeu dentro da residência, onde foi localizado.

Ele foi encaminhado à Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI). Andréa foi encontrada e presa na quinta-feira (4/8). A outra envolvida no crime, conhecida como Mara, foi localizada ainda na terça-feira, dia do crime.

CRIME

Cristal estava a caminho da escola, andando com a mãe e a irmã mais nova, momentos antes de ser atingida por um disparo de arma de fogo. O caso aconteceu no bairro do Campo Grande, em Salvador, a poucos metros da casa e da escola da adolescente, na manhã desta terça-feira (2/8).

Nas imagens, Cristal está ao meio das outras duas mulheres. À esquerda está Sandra, mãe da vítima; à direita, sua irmã. O trio estava caminhando em direção ao colégio Nossa Senhora das Mercês. Elas não apresentam sinais de preocupação e caminhavam calmamente pela praça até que são abordadas por duas criminosas.

O assassinato aconteceu perto do Quartel do Comando-Geral da PM da Bahia. Um vídeo mostra as criminosas andando calmamente depois da ação. As duas estão sendo procuradas pela Secretaria da Segurança Pública. Pelas primeiras informações, ambas fugiram para o bairro do 2 de Julho.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.