Últimas Notícias


"Nós vamos reviver o Planserv", ressalta ACM Neto durante entrevista ao G1



Candidato a governador defendeu valorização do servidor em todo o estado; Neto participou de sabatina realizada pelo grupo de comunicação na manhã desta terça-feira (23)

O candidato a governador ACM Neto (União Brasil) afirmou, nesta terça-feira (23), que pretende reestruturar o Planserv caso seja eleito em outubro deste ano. Apesar de ter surgido como grande apoio ao servidor público do estado, o plano deixou de receber investimentos nos últimos 16 anos, o que provocou uma redução na oferta de serviços do plano de saúde. 


"Nos últimos anos, aconteceram descredenciamentos e diminuição de oferta de serviços para o Planserv. E tudo isso vai ser examinado pela futura gestão de maneira que possa fazer do Planserv um plano de saúde efetivo, capaz de dar assistência ao servidor público do estado da Bahia", afirmou. 


Para isso, o candidato pretende avaliar quais são as tabelas de preços praticadas junto às clínicas e aos profissionais de saúde para equiparar os pagamentos repassados pelo estado ao custo real praticado atualmente no mercado: "É fundamental analisar as tabelas praticadas pelo estado, buscando entender qual a demanda e onde ela está. Na outra ponta, é preciso estruturar uma oferta de serviço qualificado aos servidores públicos da Bahia", acrescentou o ex-prefeito de Salvador.


ACM Neto defendeu ainda que entregar um serviço de qualidade através do Planserv é mais uma ferramenta de valorização dos servidores públicos do estado. "E nós vamos reviver e reforçar o Planserv. Eu sei que essa é uma das formas de valorizar o trabalho dos servidores públicos do nosso estado", disse. "Não adianta a gente pensar em mudar a realidade da Bahia sem trazer uma nova perspectiva de governo, se não houver uma valorização muito grande do servidor", apontou o candidato.


Hospitais Regionais

Ainda na área da saúde, ACM Neto lembrou que seu Plano de Governo prevê a construção de hospitais regionais no interior para desafogar a espera na fila da regulação. Hoje, pela ineficiência da atual gestão, muitas pessoas perdem a vida enquanto aguardam internamento ou tratamentos hospitalares. 


"Nós temos problemas assistenciais nas principais regiões do estado e, para mudar essa realidade, vamos dar atenção à saúde que é feita pelos municípios através das unidades básicas, dos postos de saúde da família", explicou. 


"Nós vamos precisar mudar a realidade da saúde em toda a Bahia. Trazendo uma nova perspectiva de gestão para a regulação, com profissionais qualificados, descentralizando o atendimento, trazendo tecnologia. Nós queremos acompanhar o paciente desde o momento que ele demanda o serviço de saúde até o momento que ele vai ter alta. Para isso, também será essencial ampliar a oferta de serviços. Nós vamos dar maior capacidade aos hospitais que já existem em nosso estado e construir unidades regionais", detalhou durante a entrevista. 


Além disso, ponderou que a criação de hospitais microrregionais também vai ajudar a desafogar a demanda excedente: "Vamos pegar hospitais municipais, ampliar serviços, contratar profissionais, pagar uma parte da conta e transformar esses hospitais municipais em microrregionais que vão atender oito, dez municípios de cada região", explicou. 


ACM Neto lembrou da época que assumiu a gestão de Salvador, quando a capital baiana contava com apenas uma UPA. "Quando eu cheguei à Prefeitura de Salvador, apenas uma UPA existia na capital. Lá em Periperi, que sequer funcionava. A gente colocou essa para funcionar e construiu mais nove novas UPAs", contou o candidato. "A gente multiplicou por dez o número de UPAs em Salvador. Isso absorveu uma grande parte da demanda que era concentrada nos hospitais gerais da cidade", acrescentou. 

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem