Header Ads

ACM Neto sofre nova derrota na Justiça por polêmica de "ser pardo"; entenda

O candidato ao governo da Bahia, ACM Neto (UB), sofreu uma nova derrota na Justiça Eleitoral nesta quarta-feira (28). Desta vez, ele não teve aceito um recurso apresentado contra a decisão que negou um direito de resposta devido a uma inserção eleitoral veiculada na televisão pelo candidato do PT, Jerônimo Rodrigues, que traz a polêmica em torno de sua autodeclaração como pardo.

A peça traz à tona a declaração feita pelo candidato do União Brasil e falas de populares condenando a conduta. Ao final, é inserida uma arte com a pergunta: "E você, acha que isso é correto?".

Em sessão plenária realizada na tarde de hoje pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), o relator do caso, desembargador Raimundo Sérgio Sales Cafezeiro, negou o pedido, após o procurador eleitoral, Fernando Túlio, reforçar o entendimento de que as críticas lançadas na propaganda são feitas "em um cenário de condições políticas e que não cabe direito de resposta quando não há imputação de condutas criminais ou de notícias sabidamente inverídicas".  

"Sabemos todos que em um cenário de disputa eleitoral é natural que os atores propagandeiem suas virtudes e atos que entendam como contrários dos adversários", afirmou Fernando Túlio.

Os demais desembargadores presentes na sessão acompanharam o relator e votaram, por unanimidade, pela negativa ao recurso.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.