Butantan recruta voluntários para testes de vacina contra chikungunya

      O vírus chikungunya é transmitido pelo Aedes aegypti e pode ser letal - 


Com resultados satisfatórios entre o público adulto, imunizante será testado em jovens de 12 a 17 anos

O Instituto Butantan está recrutando voluntários, com idade entre 12 e 17 anos, para testar uma vacina contra a chikungunya. Os testes, feitos até o momento com voluntários maiores de 18 anos, apresentaram bons resultados de segurança e soroproteção (98,5%) em adultos e idosos que receberam a dose única.


Desenvolvido pelo centro de pesquisas brasileiro em parceira com a farmacêutica Valneva Áustria Gmb, os testes com o vírus atenuado passam atualmente por ensaios clínicos da fase 3, que têm o objetivo de avaliar a segurança e a capacidade de resposta imune.


Conhecido internacionalmente como VLA1553-321, o imunizante deve ser testado em 750 jovens que vivem em nove áreas onde a doença é considerada endêmica: São Paulo (SP), São José do Rio Preto (SP), Belo Horizonte (MG), Boa Vista (RR), Campo Grande (MS), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Recife (PE) e Laranjeiras (SE).


O vírus chikungunya é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti e pode causar sequelas incapacitantes e até mesmo levar à morte. Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), o Brasil é o país com a maior incidência de casos nas Américas.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.