Cara de Cachorro: menino que viralizou ao reclamar de sopa em escola vira celebridade em Feira de Santana;

      Créditos da foto: arquivo pessoal


Em menos de 10 dias, a publicação ultrapassou quatro milhões de visualizações, mais de 350 mil curtidas e arrancou sete mil risadas nos comentários. 


Cara de cachorro, ou Pedro Lucas Barbosa. Qual é o nome e a história por trás do video que atingiu milhões de visualizações nas redes sociais? O jovem, de Feira de Santana, a 110 km de Salvador, não esperava que, ao reclamar de uma sopa em um dia quente de sol, faria sucesso em todo o Brasil. 


O vídeo viral foi postado no Instagram de Cara de Cachorro. No registro, o menino reclama da entrega de canecas de sopa, lanche dado aos alunos na escola estadual onde estuda. Em menos de 10 dias, a publicação ultrapassou quatro milhões de visualizações, mais de 400 mil curtidas e arrancou sete mil risadas nos comentários. 

FAMÍLIA 

Segundo filho do casal Danielson Santos e Paula Laercya, o garoto de 13 anos sempre sonhou em fazer vídeos para rede social, e desde pequeno foi "gaiato". "Pense um menino que gostava de uma gracinha, sempre chama a atenção nas reuniões de família pela brincadeira", revelou a mãe. 

"Sempre foi para a frente, desde pequeno. Deu trabalho no sentido de chamar atenção, mas sempre foi focado no que queria", ressaltou Laercya. 

O pai completou que o jovem sempre foi dedicado em seus objetivos. "Desde menor ele é assim, quando quer algo, ou sente que precisar conquistar, vai atrás e não desiste. Foi assim com os vídeos", destacou.

Sobre determinação, Lucas falou sobre seu novo trabalho. "Sempre foi meu sonho viralizar com meus vídeos. Tudo começou há três anos, quando eu tinha 10, e eu nunca desisti.", ressaltou o influencer mirim. 

VÍDEOS

Segundo Pedro Lucas, ele contou com ajudas importantes no processo. "Meus amigos me ajudaram. Em um mercadinho próximo do bairro [onde mora em Feira de Santana], encontrei amigos e um lugar que me permitiu gravar algumas coisas com meu celular", relembrou o menino.  

Iniciando seus conteúdos divertidos após participar de uma transmissão ao vivo no Instagram, onde conquistou seus primeiros mil seguidores, o rapaz percebeu ter futuro, e o jeito desinibido e carismático ajudou. Três anos após iniciar sua jornada na rede social, Cara de Cachorro atingiu mais de 140 mil seguidores - grande parte após o vídeo da sopa.


A SOPA 

Sobre o vídeo que ganhou o Brasil, ele revelou que foi trabalhoso de gravar, e a ideia surgiu de repente. "Foi desse jeito mesmo, aleatório. Estavam dando sopa, e pedi o celular da minha colega emprestado. Gravei uns 50 vídeos até sair legal. Dois dias depois, o vídeo bombou", revelou Pedro.

 


Agora que está conhecido, o jovem contou que quer conhecer pessoas importantes em Salvador, e até Thiago Aquino, natural de Feira de Santana, já falou com ele. "O Thiago me enviou algumas mensagens de voz. Além disso, que foi incrível, meu sonho é conhecer o Cristian Bell. Eu adoro os vídeos e conteúdos dele", destacou o Cara de Cachorro.


CARA DE CACHORRO

Sem focinho, sem orelhas peludas, nem caninos afiados, não é a semelhança exata com uma "cara de cachorro" que caracteriza o apelido do pequeno. "Eu pratico BikeCross com meu tio. Sempre que descia uma ladeira, estava sorrindo muito e, por isso, acabei sendo apelidado pelos amigos dele como Cara de Cachorro", contou. 

Tudo começou como uma brincadeira, mas um simples apelido ganhou as ruas do bairro, entrou para a família, e invadiu os portões da escola. "Um dia ele chegou em casa contando do apelido. Fiquei preocupada, mas ele parecia feliz. Então, dei risada junto. Hoje, na família, todos só chamam ele assim", frisou Paula Laercya, a mãe. 

Ele gosta do apelido, e até prefere ser chamado assim. "Ontem [terça-feira] fui ao Centro da cidade, entrei em uma loja para comprar roupas e as pessoas me reconheceram. Na loja e na rua, nunca pensei que iriam querer tirar foto comigo. E, sempre assim, me chamando de Cara de Cachorro", afirmou, sorridente. 

ESTUDOS 

Apesar do sucesso, o jovem está acompanhado dos pais nesta aventura, e aproveitou para chamar a atenção para os estudos. "Conhecimento é tudo. Eu gosto de estudar. Todos os dias eu estou me esforçando para realizar meu sonho, ser blogueiro, mas não vou deixar o estudo de lado", entendeu Pedro. 

"Eu trabalho sempre isso com ele, ele vai ouvir críticas e elogios. Sempre manter o pé no chão e nunca abandonar os estudos", completou o pai, Danielson.

Aratu On

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.