Header Ads

Infectologistas pedem volta de máscaras e aceleração de vacinas

Infectologistas recomendaram também garantir a aquisição de doses suficientes de vacina para imunizar todas as crianças de 6 meses a 5 anos, independente da presença de comorbidades - 
 


Cenário atual é de alta nos casos de Covid-19 pelo país

A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) defendeu nesta sexta-feira , 11, incremento da vacinação, a volta do uso de máscaras e outras medidas para evitar que o cenário atual de alta nos casos de covid-19 traga um possível aumento de internações, superlotação nos hospitais e mortes.


Veja mais: BEREU NEWS NOS BAIRROS: projeto visa buscar respostas para anseios da população conjacuipense

A entidade divulgou uma nota técnica de alerta, elaborada por seu Comitê Científico de Covid-19 e Infecções Respiratórias e assinada pelo presidente da SBI, Alberto Chebabo.

A SBI alertou ainda que o cenário é decorrente da subvariante ômicron BQ.1 e outras variantes. Pediu que o Ministério da Saúde, a Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde) e a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) tenham atenção especial às medidas sugeridas. A Sociedade avaliou que as coberturas estão em níveis insatisfatórios.


Infectologistas recomendaram também garantir a aquisição de doses suficientes de vacina para imunizar todas as crianças de 6 meses a 5 anos, independente da presença de comorbidades. Até o momento, a vacinação da faixa de 6 meses a 3 anos está restrita a crianças com comorbidades. O Ministério da Saúde iniciou na sexta feira 11, a distribuição de 1 milhão de doses de vacina destinada a esse público.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.