Header Ads

Mãe de Marília Mendonça fala sobre descoberta da diabetes de Leo, filho da sertaneja: ‘Foi depois que ela morreu’

Foto: Danilo Marques Contijo

Dona Ruth compartilha em seus vídeos dicas de receitas low carb para auxiliar na alimentação de pessoas com restrições, como o neto

A vida de dona Ruth Moreira na cozinha é uma verdadeira aventura. Em seu canal no YouTube, a mãe de Marília Mendonça revelou que precisou desbravar o mundo das receitas diets para fazer refeições especiais para o pequeno Leo, filho da sertaneja, que tem diabetes tipo 1.


Segundo a vovó do pequeno herdeiro da artista, toda uma alimentação especial foi pensada para que o garotinho, de 2 anos não tenha alterações em seu quadro de diabetes, que foi descoberto recentemente.

“A gente controla a diabetes dele com a alimentação balanceada. Ele não precisa tomar insulina, mas a glicose dele é controlada e a gente fica com a endocrinologista o tempo todo. A pediatra e a nutricionista também. Eu faço tudo com o auxílio dos três juntos. Por isso tive que aprender novas receitas no cardápio aqui de casa”, conta Ruth.


A dica dada pela mãe de Marília é o preparo de biscoitos, bolos e salgados com farinha de amêndoas, uma alimentação low carb. “Tive que aprender a fazer um cardápio variado diet para ele, porque criança não consegue comer sempre a mesma coisa. Mas, até 2 aninhos, que foi quando a gente descobriu que ele tinha diabetes, ele nunca tinha comido nenhum doce”, relata.”


Descoberta da doença

No vídeo, dona Ruth falou sobre a descoberta da doença e quais foram os primeiros sintomas a aparecer no neto. Apesar de não precisar tomar insulina, em alguns casos a aplicação se faz necessária e a avó garante que o pequeno já se acostumou com a situação.

“Descobrimos porque ele estava urinando muito e bebendo muita água e eu desconfiei. Foi depois que a Marília morreu. Não existe diabetes emocional, mas acho que o acidente foi um gatilho. Por isso, que a gente controla sempre a glicemia. Mas o emocional dele afeta. Se ele tiver muito eufórico, sobe. Se ele tiver muito triste, também sobe. Ele já se acostumou a levar a picadinha no dedo com a agulha.”

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.