Header Ads


Daniel Alves é acusado de assédio sexual em Barcelona

Pessoas próximas ao jogador negam que ele tenha praticado o ato pelo qual é acusado - 


Polícia catalã abriu investigação após ouvir depoimento de vítima que alega ter sido abusada pelo jogador

O lateral-direito Daniel Alves é acusado por ter cometido assédio sexual contra uma mulher em uma boate em Barcelona, na Espanha. A informação do ocorrido foi do diário ABC e do Mundo Deportivo. A polícia catalã já foi comunicada. O estafe do jogador de 39 anos, contudo, negou aos veículos de imprensa que ele tenha cometido assédio e apontou que o jogador ficou pouco tempo no local.

De acordo com os jornais espanhóis, o caso aconteceu na sexta-feira, 30, na discoteca Sutton de Barcelona. O relato da mulher que acusa o atleta de assédio aponta que Daniel Alves teria introduzido a mão por entre as roupas íntimas dela. Espantada com a ação, ela rapidamente procurou as amigas e, em seguida, os seguranças da balada.


Os seguranças, então, acionaram a polícia catalã. Quando os policiais chegaram ao local, o futebolista já não estava lá. Eles, então, colheram o depoimento da vítima, que passou por exame médico em um hospital, mas ainda não formalizou boletim de ocorrência. Foi aberta investigação para esclarecer o ocorrido.

Daniel Alves, mesmo tendo contrato com o time mexicano Pumas, não atua pelo clube desde o fim do mês de setembro. Ele tem usado as instalações do seu ex-clube, Barcelona, para manter a forma e esteve com a Seleção Brasileira na Copa do Mundo do Catar. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.