Header Ads


PM é denunciado por agressão durante ocorrência em Salvador; câmeras de segurança flagraram a ação

     Reprodução/TV Bahia 
 

Caso aconteceu na tarde de quarta-feira (18), na 6ª Travessa Melo Moraes Filho, quando os policiais foram chamados para atender a uma ocorrência

Um policial militar foi denunciado por agressão no bairro em Fazenda Grande do Retiro, em Salvador. A denúncia foi registrada por uma família e flagrada por uma câmera de segurança. O caso aconteceu na tarde de quarta-feira (18), na 6ª Travessa Melo Moraes Filho, quando os policiais foram chamados para atender a uma ocorrência. Veja vídeo

Segundo o g1, a família Machado convivia com um conflito familiar desde 2016 e desta vez um dos membros chamou a polícia devido a uma briga familiar. Entretanto, familiares contam que o PM que chegou ao local estava alterado e gritando: “cadê ele? cadê ele?”. Além disso, um dos vídeos mostra que três mulheres tentam conversar com o policial, porém, ele as xinga. 

As câmeras de segurança flagraram o momento em que o policial, identificado como na farda como “Cabo Cotorse”, dá um tapa na mulher e usa o spray de pimenta no rosto dela. O PM também chegou ameaçar a mulher que estava com o celular na mão gravando a ação. “Você vai apagar, se não vou te prender por desacato. Você vai para delegacia. Eu sou formado”, diz ele. 

Desdobramento

Após o ocorrido, a família registrou a denúncia na Polícia Civil e na Corregedoria da PM contra o policial que é lotado na 9ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM). Apesar disso, a mulher foi levada à Central de Flagrantes, pelos policiais militares, suspeita de desacato. Ela foi ouvida e liberada. 

Em nota, a Polícia Militar afirmou que assim que o órgão tomou conhecimento da ação do integrante da corporação foi determinada a “imediata apuração dos fatos”. Assim como o afastamento do militar da atividade operacional. 

Ainda nesta quinta-feira (19), uma outra mulher registrou uma ocorrência contra a pessoa conduzida à Central de Flagrantes na quarta. Ela alegou ter sido vítima de invasão de propriedade e denunciou à 4ª Delegacia Territorial (DT) que teve a casa aberta por um “pé de cabra” e a porta foi danificada. 

O coronel Humberto Sturato, através de suas redes sociais, decidiu opinar sobre o ocorrido e da forma ocorreu a abordagem violenta. Assista: 


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.