Header Ads


Sinjorba exige firmeza das autoridades após equipe da Record ser agredida; confira


Após a equipe da TV Record Itapoan ser agredida, na manhã desta segunda-feira (16), durante a cobertura de um acidente de trânsito em Salvador, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (Sinjorba) emitiu uma nota de repúdio e se solidarizou com a repórter Tarsilla Alvarindo, o cinegrafista George Luiz e o motorista Marcos Oliveira. 

Toda a cena de agressão da equipe foi agredida foi filmada e registrada por uma equipe da TV Bahia que também realizava a reportagem sobre o acidente. O caso aconteceu na Avenida Orlando Gomes, localizada no bairro da Paz, em Salvador. Em contrapartida, os dois homens de identidades não foram divulgados. 

Tudo começou durante a gravação dos jornalistas referente à morte de um motociclista, ocorrida anteriormente, no viaduto próximo. Quando chegaram ao local, a repórter Tarsilla Alvarindo e a equipe foram recebidos por um terceiro homem, que relatou ser familiar da vítima, o qual cobrou a não realização da filmagem próximo da cena fatal.

Prontamente, a equipe concordou e adotou a estratégia de ficar atrás da barreira montada pela Transalvador. Dessa maneira, a repórter gravou o texto sem citar o nome da vítima, que ainda é desconhecido. De imediato, os dois homens, que também estavam próximos da vítima, se aproximaram, começaram a discussão com os jornalistas, e agrediram os três profissionais verbalmente.

Nesse meio, um deles desferiu um soco no rosto de Tarsilla Alvarindo. Em seguida, os acusados foram presos e encaminhados à Delegacia de Itapuã, onde poderão ser autuados por agressão.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.