BEREU NEWS

33 pessoas assassinadas no mês de janeiro em Feira de Santana

     Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade | DPT
  

Mangabeira e Conceição foram os bairros que registraram mais crimes em janeiro.

A Polícia Civil de Feira de Santana registrou 33 homicídios na cidade durante o mês de janeiro de 2023. Este número ultrapassou o mês de janeiro de 2022, que somou 24. Em 2021 o número foi de 35.

Das vítimas, todas foram homens. 32 vítimas de tiros e 1 atingida por facadas. 3 destes homicídios foram adolescentes e 1 latrocínio.

As mortes em decorrência de intervenção policial, troca de tiros com a Polícia Militar foram 12.

Nas áreas das Companhias Independentes da Policia Militar (CIPMs), os crimes em janeiro se apresentaram da seguinte forma:

64ª CIPM: 04

65ª CIPM: 08

66ª CIPM: 20

67ª CIPM: 02


Mangabeira e Conceição foram os bairros que registraram mais crimes em janeiro, sendo cada um registrando 5.

Os demais bairros foram:

– Queimadinha, Aviário, Parque Getúlio Vargas, Pedra do Descanso: 02 cada.

– Asa Branca, Centro, Parque Tamandari, Conjunto Feira X, George Américo, Santo Antônio dos Prazeres, Campo Limpo, Pampalona, Papagaio, Conjunto Bom Viver, Vale do Jacuípe, Gabriela, Ponto Central, Tomba: 01 cada.

No distrito de Maria Quitéria foi contabilizado 1 Crime Violento Letal Intencional (CVLI).

A estatística contabilizou ainda a morte de 3 detentos no Conjunto Penal de Feira de Santana.

Homens Mortos: 33

Homens mortos vítimas de tiros: 32, facadas: 01

Adolescentes mortos: 03

Latrocínio: 01

Mortes Decorrentes intervenção Policial: 12

O coordenador da 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (1ª Coorpin), o Delegado Roberto Leal comentou em entrevista ao Acorda Cidade sobre o aumento dos homicídios no mês de janeiro, e de acordo com ele, esta tendência já veio desde o segundo semestre de 2022.

Ele frisou que a concentração dos crimes é vista em determinados locais como os conjuntos habitacionais e a maioria é motivado pela disputa do tráfico de drogas. Exemplos destes cenários são os bairros Mangabeira e Conceição.

“Desde o início do mês de janeiro quando os índices já apresentavam indicativos de aumento, ações foram feitas tanto nesses bairros e em outros locais, operações da Polícia Civil, Polícia Militar e nossa preocupação é o controle dessas áreas. 

Também que esse conflito não se estenda a outros bairros de Feira de Santana. Percebemos que a disputa entre grupos não existe apenas na rua, infelizmente acabou sendo refletida no presídio, três presos mortos e por isso mesmo que atitudes enérgicas foram tomadas. Além disso, houve reuniões com o Ministério Público, Polícia Militar em relação a esse enfrentamento dessa criminalidade que vem sendo responsável pelos índices de CVLIS. Com fé em Deus acreditamos na redução desses índices e vamos trabalhar já com operações programadas para os próximos dias nesses bairros e em outros. E, o aprofundamento das investigações através da Delegacia de Homicídios. A DH [Delegacia de Homicídios] já conseguiu elucidar vários homicídios e representar por algumas cautelares em relação a esses crimes e que a gente atue em relação a Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), na mesma toada, identificação das lideranças para que a gente consiga custodiá-las”, encerrou.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2

BEREU NEWS

Publicidade 3