BEREU NEWS

Defesa de Daniel Alves questiona versão dada por vítima


A defesa do lateral-direito Daniel Alves, que está preso sob acusação de estupro, questionou a versão dada pela vítima do alegado crime sexual no recurso apresentado na última segunda (30). Nesta quarta-feira (1º de fevereiro), o jornal “La Vanguardia” revelou que a equipe de advogados do jogador alegou que a mulher entrou no banheiro depois de Daniel Alves.

Segundo o veículo jornalístico, a equipe liderada pelo advogado Cristóbal Martell analisou mais de sete horas de imagens das câmeras da boate Sutton. A defesa de Daniel Alves argumenta que há incoerência na versão dada pela vítima.

Ainda de acordo com o La Vanguardia, os advogados do lateral-direito alegam também que a mulher de 23 anos teria entrado no banheiro sem que o atleta abrisse a porta do local. Antes, a vítima teria conversado com uma amiga e um garçom da boate, argumenta a defesa do brasileiro.

Na versão da vítima, Daniel Alves teria a levado até o banheiro da boate, que é unisex. No local, a mulher relatou que o atleta fechou a porta e a forçou a ter relação sexual, concluindo um estupro depois de agredi-la. De acordo com a vítima, Daniel Alves ainda pediu para deixar o banheiro primeiro.

O jogador está preso preventivamente desde o dia 20 de janeiro. A Justiça catalã deve anunciar a decisão sobre o recurso apresentado em até três dias. Caso não obtenha a liberação provisória, Daniel Alves pode ficar preso por até dois anos antes que o julgamento aconteça.

* Texto reproduzido do portal do SBT.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2

BEREU NEWS

Publicidade 3