BEREU NEWS

Turista que chamou ambulante de macaco no circuito Dodô é presa em flagrante

Divulgação PC


 Logo após os insultos racistas a mulher foi presa por policiais civis

Uma mulher foi presa em flagrante, nesta terça-feira (21), após cometer o crime de injúria racial contra um vendedor ambulante, no circito Dodô, no Carnaval de Salvador. 

De acordo com a Polícia Civil, a mulher que era foliã de um bloco e teria chamado a vítima de "macaco", teve o auto de prisão em flagrante lavrado no Serviço Especializado de Respeito a Grupos Vulnerabilizados e Vítimas de Intolerância e Racismo (SERVVIR), localizado no Shopping Barra. 

A foliã, que é Teresina (PI), foi apresentada por investigadores do Posto Policial Integrado (PPI) depois das ofensas racistas.

Vale lembrar que desde janeiro deste ano o crime de injúria racial (ofensa por raça, cor, etnia, religião ou origem) foi equiparado ao de racismo, passando a ser imprescritível e inafiançável, com pena de reclusão e multa. A turista está sendo ouvida na unidade e posteriormente ficará custodiada, à disposição do Poder Judiciário. 

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2