BEREU NEWS

Namorado matou vereadora porque não se conformou com fim do relacionamento, afirma delegado


 

Segundo ele, a conclusão das investigações aponta que o jovem de 26 anos matou a presidente da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, no Ceará, e depois se suicidou

A polícia acredita que a vereadora Yanny Brena Alencar foi morta porque o namorado, Rickson Livio Pinto, não aceitava o fim do relacionamento. A linha de investigação é de Márcio Gutiérrez, delegado geral da Polícia Civil. Segundo ele, a conclusão das investigações aponta que o jovem de 26 anos matou a presidente da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, no Ceará, e depois se suicidou. Os corpos foram encontrados no dia 3 de março na casa onde moravam.

A vereadora Yanny Brena Alencar sofreu um golpe conhecido como "mata leão" do namorado, Rickson Pinto, quando foi assassinada, segundo conclusão do laudo da Polícia Civil apresentado nesta quinta-feira (23) em Juazeiro do Norte, onde houve o crime.

"A motivação, a Polícia Civil concluiu que era o fato que o Rickson não queria terminar. A Yanny já havia colocado um fim no relacionamento. Ele estava muito resistente, não queria aceitar o término da relação. Por isso, começou a ocorrer alguns conflitos entre os dois. No dia anterior, há os primeiros indicativos de lesão contra a Yanny", comentou o delegado geral da Polícia Civil.

"Os policiais se dirigiram ao local, que estava devidamente isolado. A Perícia Forense também foi ao local e, já de início, nas primeiras constatações, tanto pelos policiais civis, quanto pelos peritos, foi verificado que havia diversas inconsistências naquele suposto duplo suicídio. Então, a Polícia Civil começou a trabalhar com a hipótese de feminicídio seguido de suicídio, e todo o decorrer das investigações, as constatações e análises levaram realmente a essa conclusão", complementou o delegado geral.

Relembre o caso -A presidente da Câmara Municipal foi encontrada morta ao lado do namorado, em casa, em 3 de março, ao lado do companheiro. Segundo as investigações, Rickson Pinto Lucena aplicou o mata leão  que consiste em se posicionar nas costas da vítima e sufocá-la com os braços em volta do pescoço e levou a vereadora para a sala do imóvel, onde ela foi colocada em "suspensão incompleta". A vítima ficou pendurada e amarrada por um objeto. O objetivo de pendurar o corpo de Yanny, segundo Márcio Gutiérrez, era simular um duplo suicídio.

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2