Operação Lava Jato: Polícia Federal prende donos da Avianca Brasil por suposto desvio da Transpetro - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie Aqui

19 de agosto de 2020

Operação Lava Jato: Polícia Federal prende donos da Avianca Brasil por suposto desvio da Transpetro

Operação Lava Jato: Polícia Federal prende donos da Avianca Brasil por suposto desvio da Transpetro

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta quarta-feira (19/8), os irmãos Germán e José Efromovich, principais acionistas da Synergy Group, Avianca, na 72ª fase da Operação Lava Jato. Eles são suspeitos de corrupção e lavagem de dinheiro em compra e venda de navios em contratos firmados pela Transpetro, uma subsidiária da Petrobras.
Germán e José ficarão em prisão domiciliar, por conta da pandemia de Covid-19. De acordo com comunicado da força-tarefa, a investigação do Ministério Público Federal (MPF) é a respeito de crimes que teriam sido praticados no contexto de licitação e celebração de contratos firmados com o Estaleiro Ilha S.A. (EISA) para a construção e fornecimento de navios.
A Transpetro teria tido prejuízo de R$ 611,2 milhões por causa dos contratos com o EISA, entre adiamentos, suspensão de dívidas, irregularidades nos acordos, entrega irregular de um navio Panamax e não entrega de outros três navios. O valor das propinas, segundo a força-tarefa, seria na ordem de R$ 40 milhões. A PF ainda cumpre seis mandados de busca e apreensão em endereços ligados aos executivos e ao grupo.
Os irmãos são os principais acionistas da Synergy Group, grupo que controlava o EISA e atua nos setores de aviação, produção de petróleo e gás e geração de energia. A holding também detém 100% da OceanAir Linhas Aéreas, a antiga Avianca Brasil, companhia aérea, que está em recuperação judicial, e não é investigada nesta ação.

Post Bottom Ad

Anuncie Aqui

Páginas