Japão decreta novo estado de emergência e Jogos Olímpicos ficam sob ameaça - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

23 abril, 2021

Japão decreta novo estado de emergência e Jogos Olímpicos ficam sob ameaça


Esta sexta-feira (23/4) marca exatamente três meses para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, adiados no ano passado por causa da pandemia do novo coronavírus, mas o Japão ainda vive um clima de incerteza.

Por conta do aumento de casos da Covid-19 em várias regiões do país, o governo local decidiu voltar ao estado de emergência, a partir deste domingo (25/4) até 11 de maio, em Tóquio e nos distritos de Osaka, Kyoto e Hyogo.


A decisão permitirá que as autoridades solicitem o encerramento temporário de restaurantes, de bares e de centros comerciais com uma área superior a mil metros quadrados, de acordo com um plano elaborado pelo governo. Os eventos deverão ser realizados sem público e o governo poderá solicitar às autoridades locais que considerem o fechamento de locais públicos, como parques, e que solicitem aos restaurantes que evitem servir bebidas alcoólicas


"Hoje (sexta-feira) decidimos declarar um estado de emergência nos distritos de Tóquio, Kyoto, Osaka e Hyogo", afirmou o primeiro ministro Yoshihide Suga, ressaltando o aumento de contágios devido às novas variantes do vírus. "Temos uma forte sensação de crise", disse o ministro japonês encarregado da luta contra a pandemia, Yasutoshi Nishimura.


Pela primeira vez desde 22 de janeiro, as autoridades de saúde detectam há vários dias seguidos mais de cinco mil novos casos do novo coronavírus em todo o país. De acordo com um painel de especialistas do Ministério da Saúde, as variantes são responsáveis por cerca de 80% das infecções nos distritos de Osaka e Hyogo, bem como por uma parcela de casos em rápido crescimento em Tóquio.


O Comitê Olímpico Internacional (COI) apoia o estado de emergência em Tóquio. Presidente da entidade, o alemão Thomas Bach reforçou a confiança no governo japonês e não viu relação da medida com a Olimpíada. "O governo japonês quer evitar uma disparada de casos e o COI apoia isso. Mas os preparativos estão em andamento e estamos operando em velocidade máxima para entregar os melhores Jogos Olímpicos", afirmou.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco