Rui fala da retomada das aulas presenciais e opina sobre evento-teste em Salvador: 'não me parece o momento' - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

07 julho, 2021

Rui fala da retomada das aulas presenciais e opina sobre evento-teste em Salvador: 'não me parece o momento'



 O governador da Bahia, Rui Costa (PT), disse, durante o 'Papo Correria' desta terça-feira (6/7), que vai observar os dados da Covid-19 no estado por mais uma semana para decidir quando as aulas presenciais serão retomadas.

"Vamos observar por mais uns dias, mais um final de semana. Eu estou tomando uma medida de prudência. Eu disse que iria aguardar por 10 15 dias. Por enquanto, o efeito que está demonstrando é de estabilidade, mas vamos observar até o próximo final de semana", falou.

"Se as taxas continuarem caindo é sinal que o impacto não foi suficiente para causar aumento. Temos que ter clareza que muitos jovens e adolescentes estão vulneráveis por mais de um ano sem aulas. É urgente. Precisamos fazer uma força tarefa para supera esse atraso”.

O governador afirmou que o governo vai garantir uma distância mínima entre os alunos e só vai permitir a presença de metade da turma nas salas de aulas.


EVENTO-TESTE EM SALVADOR

Ainda durante o Papo Correria, Rui Costa disse não achar adequado o evento-teste em Salvador, anunciado pelo prefeito  Bruno Reis (DEM), para o fim de julho, com público de 500 pessoas. 

"Eu ainda não conversei com o prefeito, falei com ele hoje por telefone, mas não falamos nesse assunto, mas vou falar com ele. Não me parece que é o momento de fazer evento-teste", disse o governador. "Se acabamos de pedir para que as pessoas não façam eventos juninos, como é que agora vamos juntar 500 pessoas ou mil pessoas para fazer um evento-teste? Então não acho adequado, a mensagem não é boa nesse momento", completou.

Ele disse que é preciso "voltar progressivamente com aquelas atividades essenciais como educação, que é uma atividade essencial à vida humana, e deixando um pouco para depois atividades que não sejam tão essenciais", e acrescentou: "Acho que eventos podem aguardar um pouco mais, a gente reduzir ainda mais o número de casos, para a gente começar a fazer eventos. Essa é a minha opinião, inicialmente o que eu conversei com o prefeito informalmente e a gente vai fazer um anúncio coletivo".

Rui ainda avaliou a possibilidade de realizar eventos de pequenos porte, mas considerou arriscado colocar entre 500 e 5 mil pessoas em um local. "Eventualmente fazer liberações progressivas, é isso que está conversado, para a gente chegar a liberar eventualmente eventos de maior porte na frente. Podemos avaliar eventos pequenos agora, que reúna poucas pessoas, mas eventos de 500, mil, cinco mil pessoas, eu acho que é muito arriscado nesse momento", concluiu.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco