Vídeo mostra homem pegando fogo após ser atingido por arma de choque - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

8 de jan. de 2022

Vídeo mostra homem pegando fogo após ser atingido por arma de choque

Caso foi em Nova York. Ele colocou produto inflamável no corpo e depois foi atingido por policiais



Imagens divulgadas pela promotoria do estado de Nova York registraram o momento em que Jason Jones, de 29 anos, se encharca com um galão de um produto químico desinfetante - aparentemente álcool em gel - diante de policiais, que depois o atingem com armas de choque. Imediatamente, fogo se espalha no corpo de Jason.

Ele foi internado no centro de queimados do SUNY Upstate Medical University Hospital, em Syracuse, e passou seis semanas em coma induzido, morrendo no dia 15 de dezembro.

A procuradoria-geral de Nova York abriu uma investigação para apurar o caso e a ação dos policiais envolvidos. Os vídeos das câmeras de segurança dos policiais foram obtidos assim. 

As imagens mostram os momentos de tensão entre Jason e os policiais do Departamento de Polícia de Catskill, em 30 de outubro. Na delegacia, ele aparenta nervosismo, gesticulando bastante enquanto caminha. A gravação não tem áudio e não é possível ouvir o que ele conversa com dois policiais.

O vídeo exibe então Jason tirando o blusão, camisa, sapatos e meias, diante de um trio de policiais. Ele pega então um galão plástico e despeja o líquido sobre o corpo. Nessa hora, um dos policiais aponta o taser contra Jason e dispara. O suspeito então fica em chamas.

Os policiais ficam surpresos e chocados com a cena, enquanto as chamas se espalham rapidamente no corpo de Jason. Desesperado, Jason cai no chão. Os policiais saem e deixam Jason se contorcendo no chão, tentando apagar as chamas com as próprias mãos - um deles fica na sala, mas não faz nada para prestar socorro.

Depois, o policial que disparou o taser volta e agarra o braço de Jason, quando as chamas já abaixaram. Outra pessoa se aproxima e tenta ajudar e acalmar Jason. Totalmente vermelho de queimaduras, Jason consegue ainda conversar com os policiais e é retirado da delegacia de maca, consciente. 

Ao todo, foram 25 segundos em chamas. Ao ser internado, Jason já deu entrada em estado grave. Ele ficou em coma induzido e não recuperou mais a consciência. Após seis semanas, a família concordou em desligar os aparelhos que o mantinham vivo. 

O chefe de polícia Dave Darling diz que os policiais já conheciam Jason e temiam que ele se machucasse. O caso é investigado.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

ANUNCIE CONOSCO