Header Ads

Antigo kit para matar vampiros gera disputa em leilão e é vendido por preço seis vezes maior que o estimado


Um kit que conteria os intens necessários para matar vampiros, pertencente a um aristocrata britânico, criou uma disputa internacional de lances, antes de ser vendido por seis vezes o preço estimado, de acordo com a casa de leilões Hansons Auctioneers. As informações são da CNN.

A caixa, datada do final do século 19, foi vendida por 13 mil euros (cerca de R$ 72 mil, na cotação atuall) na última quinta-feira (30/6). O kit contém crucifixos, água benta, estaca e martelo de madeira, contas de rosário, uma Bíblia gótica, castiçais de prata, pistolas combinando e um frasco de pólvora de prata.

O material pertencia a Lord William Malcolm Hailey (1872-1969), um membro da nobreza britânica e ex-administrador da Índia britânica. “Seja por medo ou fascinação, é interessante saber que um membro da mais alta ordem social aristocrática, um homem com um lugar na Câmara dos Lordes, adquiriu este item”, disse Charles Hanson, proprietário da casa de leilões.

 


 

O item macabro atraiu licitantes de todo o mundo, inclusive da França, Estados Unidos e Canadá. Um comprador anônimo do Reino Unido ganhou.  “A crença em vampiros, uma criatura morta-viva que diz precisar de sangue humano para sobreviver, remonta a centenas de anos e persiste em algumas partes do mundo hoje”, diz o leiloeiro.

Além de conter os itens necessários para matar um vampiro, há também ferramentas para afastá-los. “Itens de significado religioso, como crucifixos e bíblias, supostamente repeliam esses monstros, daí sua presença no kit”, explica.

 

Ainda não há como saber se o comprador colocará o kit em uso. “A tarefa de matar um vampiro era extremamente séria e relatos históricos sugeriam a necessidade de métodos e ferramentas particulares”, acrescentou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.