PM que matou irmã após discussão foi presa pelo próprio marido

Testemunhas afirmam que as duas irmãs tiveram uma discussão em um posto de gasolina em São Gonçalo

 


Uma policial militar foi presa neste sábado (2) em São Gonçalo (RJ) sob suspeita de ter matado a própria irmã num posto de gasolina. Ela foi presa pelo próprio marido, que também é agente da corporação.

De acordo com testemunhas, as irmãs Rhaillayne e Rayana Oliveira de Mello discutiram antes dos disparos. "Elas vieram aqui da outra rua, onde tem vários bares, e elas já estavam discutindo lá. Aqui tem um banheiro e elas vieram aqui para esse banheiro e começaram a discutir, até que aconteceu esse fato lamentável. Só escutei o barulho, muito, muito tiro", disse Josiane Silva, atendente do posto, à TV Globo.

 

Rhaillayne é policial militar lotada no 7º Batalhão da PM, que atua na cidade. Ele foi presa pelo próprio marido, cujo nome não foi divulgado, que também é PM. "A arma de fogo usada pela policial foi apreendida. A Corregedoria Geral da Corporação acompanha o caso através da 4ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (4ªDPJM)", afirmou a PM, em nota.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem