Header Ads

Bebê menstrua aos 9 meses e é diagnosticada com puberdade precoce


 
O diagnóstico de puberdade precoce assustou a família e a criança segue sendo monitorada por especialistas - 

O caso aconteceu na Austrália, em 2020, e, segundo a mãe, o bebê segue sendo acompanhado por especialistas


Você viu? ''Estão lesando da gente'': Prefeito de Amélia Rodrigues se recusa a pagar piso salarial da GCM e agentes reivindicam

Um bebê de 9 meses foi diagnosticado com "puberdade precoce". O fato aconteceu na Austrália, quando, conforme relato da mãe da criança, Sarah Regan, no momento em que foi trocar a filha mais nova, se assustou com a fralda repleta de sangue. 


Suspeitando de uma grave infecção nos rins, a mãe levou o bebê para emergência. Após submeter Birdie  a alguns exames, os médicos fizeram uma cintilografia óssea (exame que determina o desenvolvimento dos ossos) e concluíram que a estrutura já se encontrava avançada para a idade.


O diagnóstico de puberdade precoce assustou a família, como contou Sarah ao tabloide inglês The Sun. "A fralda cheia de sangue acabou sendo sua primeira menstruação", relatou.

Desde então, a criança segue sendo monitorada, passando por exames de raio-x, ultrassom e dosagem de hormônios a cada seis meses.


" Ela teve outros sangramentos desde a primeira vez. Não é mensal, é esporádico, o que torna muito difícil rastrear, mas estamos tentando garantir que isso não a afete fisicamente, pois pode impactar seu crescimento e aparência", explicou a mãe. 


Características próprias da puberdade precoce ainda não foram identificadas, como o desenvolvimento das mamas e o aparecimento de pelos, e este é um dos motivos da necessidade de realização dos exames de acompanhamento periódicos, visando a observação imediata de qualquer alteração relacionada ao diagnóstico, permitindo, assim, que Birdie possa ser devidamente tratada.


"É o que monitoramos e, se parecer que isso está acontecendo em qualquer estágio, iniciaremos um tratamento hormonal com injeções de hormônios para retardar a puberdade até que ela esteja em uma idade apropriada para passar por isso", finalizou Sarah.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.