Header Ads


Bahia está no topo de um preocupante ranking nacional; saiba qual

     Divulgação/SSP-BA 
 


O preocupante ranking é compostos de estados com mais crimes violentos

A Bahia registrou no terceiro trimestre deste ano 1.168 mortes violentas. O número, que foi divulgado na quinta-feira (1º) pelo Monitor da Violência, leva o estado a ocupar o primeiro lugar no ranking que inclui todas as outras federações brasileiras mais o Distrito Federal.


Com os novos registros, agora, o estado contabiliza 3.798 casos de homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. O número, apesar de alto, ainda assim é menor do que o registrado entre janeiro e setembro de 2021, quando foram contabilizados 4.252 mortes violentas.


Entre todos os crimes identificados no terceiro trimestre, o doloso sai na frente. São 3.691 casos. Em seguida, vem o latrocínio (60) e lesão corporal seguida de morte (39). O mês de março foi o mais violento no território baiano, foram 498 mortes registradas.

O Monitor da Violência é uma parceria entre o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP), o Fórum Brasileiro de Segurança Pública e o portal g1.


Casos

Em Salvador, cenas de violência tem assustado moradores, sobretudo aqueles que vivem nas regiões mais afastadas do centro da cidade. Na madrugada de quinta-feira (1º), por exemplo, uma briga entre facções rivais levou terror aos populares de Fazenda Coutos. O resultado do combate foi dezenas de cápsulas espalhadas pelas ruas e casas cravejadas de balas.


Na terça-feira (29), também na capital baiana, uma idosa de 70 anos morreu após ser baleada na varanda de casa durante uma fuga de criminosos em Massaranduba. Janete do Carmo Batista tinha um problema auditivo e não ouviu o momento em que os tiros começaram a ser disparados.


Siga o Bereu News no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.