BEREU NEWS

Ministro do STF suspende inquérito aberto para apurar suposta interferência de Bolsonaro na PF

Ministro do STF suspende inquérito aberto para apurar suposta interferência de Bolsonaro na PF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio, decidiu suspender o inquérito aberto para apurar a suposta interferência política na Polícia Federal (PF), denunciada pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. A decisão foi divulgada nesta quinta-feira (17/9). Já o inquérito foi aberto pelo STF no final de abril.
Em sua decisão, Marco Aurélio justificou que o inquérito deve ser suspenso até que o plenário da Corte decida se o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve depor presencialmente ou por escrito. A data em que o tema será levado para análise dos ministros ainda não foi definida.
A suspensão do processo foi motivada por um recurso apresentado nesta quarta-feira (16/9), pelo advogado-geral da União, José Levi do Amaral, contra a decisão individual do ministro Celso de Mello, relator original do caso, que autorizou a PF a tomar o depoimento de Bolsonaro presencialmente. Em ofício enviado para a Advocacia Geral da União (AGU), o órgão pediu que fossem escolhidas as datas de 21, 22 ou 23 de setembro, às 14h, para cumprimento da solicitação. 
A AGU, no entanto, argumentou que, no presente caso, deve ser aplicado precedente do STF, que autoriza o depoimento por escrito, como ocorreu no caso do ex-presidente Michel Temer. 

Postar um comentário

Please Select Embedded Mode To Show The Comment System.*

Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade 2