Covid: Vacina de interesse da prefeitura de Salvador é segura, mas aval para distribuição fica para 2021 - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

Quer alavancar seu empreendimento? Anuncie sua marca aqui

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

19 de outubro de 2020

Covid: Vacina de interesse da prefeitura de Salvador é segura, mas aval para distribuição fica para 2021



O governo de São Paulo anuncia nesta segunda-feira (19) que a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantã em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, se mostrou segura com 9 mil voluntários brasileiros. Na China, os testes foram positivos com 50 mil participantes. 

A prefeitura de Salvador já demonstrou interesse na vacina. Na semana passada, o prefeito ACM Neto viajou até à capital paulista para um encontro com o governador do estado, João Dória. "Assim que houver o registro, queremos disponibilizar doses dessa vacina para os soteropolitanos rapidamente", declarou o prefeito, durante uma coletiva de imprensa. 

Embora tenha demonstrado segurança em alguns voluntários, os dados devem ser divulgados somente entre novembro e dezembro, o que pode atrasar a distribuição e a vacinação da população prevista para este ano. De acordo com o diretor do Butantã, Dimas Covas, os testes precisam ser finalizados com outras 3 mil pessoas. Ao estadão, o pesquisador afirmou que foi concluída nesta semana só a primeira etapa do estudo.

"Já temos os dados de segurança dessa etapa, eles são muito parecidos com os chineses (estudo em que mais de 90% dos voluntários não tiveram eventos adversos (...) São esses dados que vou detalhar na segunda. Eficácia ainda não dá para falar porque temos de esperar as pessoas terem contato com o vírus. Pela minha impressão, acho que teremos dados conclusivos mais para o fim do ano, entre novembro e dezembro", disse ao jornal. 

Ainda de acordo com ele, é improvável que o início da vacinação aconteça ainda em 2020 não só pelo tempo que falta para os testes serem concluídos, mas também pelo prazo para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) analise as informações e emita o registro do produto.

Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco