Homem é preso após anunciar falsas vagas de babá para estuprar candidatas - BEREU NEWS

Últimas Notícias

Post Top Ad

ANUNCIE SUA EMPRESA CONOSCO

31 agosto, 2021

Homem é preso após anunciar falsas vagas de babá para estuprar candidatas

Nas redes sociais, ele se passava por uma mulher à procura de uma cuidadora para seu filho de 9 anos com autismo (TEA); 10 vítimas já foram localizadas


A Polícia Civil do Ceará prendeu, na última sexta-feira (27), um homem suspeito de cometer uma série de estupros em Fortaleza. De acordo com as investigações da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da capital cearense, ele usava perfis falsos de mulheres em redes sociais para atrair as vítimas, com a promessa de uma vaga de emprego como babá. O suspeito ainda pedia fotos dos seios das candidatas.


"Ele alegava que tinha um filho de 9 anos e que esse filho, por uma questão de dependência emocional, tinha necessidade de, muitas vezes, durante o dia, mamar nos seios, no caso da mãe, que seria a pessoa que estaria contratando; só que a mãe estaria trabalhando", afirmou a titular da unidade, delegada Ana Claudia Nery. "Nessa situação, ele perguntava, sim, a algumas babás, se havia possibilidade, se ela iria permitir exatamente do filho não só tocar os seios da babá, mas eventualmente fazer a mama, como diz, ainda que não saísse leite. Porque, segundo ele, o filho tinha essa dependência", acrescentou.

Ao todo, 10 mulheres violentadas por Paulo Henrique Santos Monteiro, de 34 anos, já foram localizadas, duas já prestaram depoimento. Contudo, o número de vítimas pode ser bem maior, explica a delegada. Segundo Ana Nery, no telefone do suspeito, foram encontradas pelo menos 133 mulheres que tiveram contato com o homem. As vítimas tinham idades entre 16 e 27 anos.


Segundo o G1, o homem tinha um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça e foi preso no Bairro Carlito Pamplona, em Fortaleza. As investigações revelaram uma dezena de vídeos dele, em diferentes celulares, que comprovam os estupros. Ainda foram identificados conteúdos audiovisuais de aliciamento de menores.


Vagas falsas

Segundo as investigações, as vítimas entravam em contato com o suspeito acreditando que estavam conversando com uma mulher. Ela dizia ter um filho com Transtorno do Espectro Autista (TEA), de apenas 9 anos, que tinha "dependência emocional" e precisava de amamentação durante o dia.

 

A falsa empregadora, então, solicitava este serviço de amamentação, justificando que trabalhava durante o dia e que não poderia dar de mamar ao filho, além de outros cuidados diários. Durante a avaliação, o suspeito ainda pediu para que as candidatas enviassem fotos dos seios para garantir a vaga de R$ 1.800. Algumas delas chegaram a enviar.

 

Após o contato inicial, ele marcava um encontro com as vítimas e as violentava.


"Ele marcava um encontro com as meninas, no dia do encontro, ele que sempre se passava por mulher para facilitar a contratação dizia que não ia poder estar presente e que o marido dela é que iria pegar as pessoas que seriam contratadas. Só que o marido dela era exatamente o próprio Paulo Henrique", relatou a Ana Nery.

 

Ainda de acordo com a delegada, Paulo Henrique usava um canivete para ameaçar as vítimas, que eram levadas a um terreno baldio, próximo a um colégio militar, no Bairro Jacarecanga, onde eram estupradas. O objeto foi apreendido pelos investigadores.

 

"É algo muito sério [cometido contra] pessoas que estavam à procura de emprego e acabavam sendo ludibriadas por conta da vulnerabilidade financeira que estavam vivendo e acabavam caindo nessa conversa", disse a titular da Delegacia de Defesa da Mulher.


Prisão e confissão

Paulo Henrique foi preso pela Polícia Civil do Ceará nesta sexta-feira (27) e confessou o crime. Em depoimento, ele revelou que o cometia há cerca de seis meses. 


As equipes apreenderam uma câmera fotográfica e quatro telefones celulares, que continham conteúdo pornográfico do suspeito com as vítimas, além de materiais pornográficos com crianças e adolescentes. Ele foi preso em flagrante e autuado pelos crimes de registro não autorizado da intimidade sexual e por adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.

 

Ainda segundo a Polícia Civil, também foram encontrados materiais pornográficos com crianças e adolescentes. Ele foi autuado pelo crime de adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.


Nenhum comentário:

Post Top Ad

Anuncie conosco