Mulher é presa após vender filho para fazer plástica no nariz

Ela contou coma ajuda de um vizinho para vender o bebê de apenas cinco dias de nascido




Uma mulher foi presa no sul da Rússia após vender o filho de cinco dias de vida para pagar a cirurgia plástica do nariz. A suspeita, que não teve o nome divulgado, mora em Kaspiysk, Daguestão.


De acordo com o portal Metrópoles, o valor negociado pela recém-nascido foi de 300 mil rublos, o equivalente a R$ 28 mil. O casal comprador da criança, foi arranjado por um vizinho e pagou parte do valor, cerca de 220 rublos no ato da transação. Como a criança precisou de tratamento médico, o casal solicitou da mãe a certidão de nascimento, mas a mulher disse que só entregaria após o recebimento do restante do valor negociado. Ela alegava não ter recursos financeiros e precisar do dinheiro. Só depois revelou que usaria o dinheiro da venda do filho para realizar uma plástica no nariz.


Antes que ela recebesse a segunda parte do dinheiro, a polícia prendeu os três sob acusação de tráfico de pessoas. O  Comitê de Investigação da Federação Russa para a República do Daguestão disse que a mulher assinou um documento de renúncia aos diretos da criança antes de receber o pagamento por ela. O órgão afirmou ainda que as autoridades iniciaram um processo criminal contra a mulher e ela responderá pelo fato de acordo com a leis penais do país.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem