Header Ads

Governo da Bahia assina protocolos de intenções com grandes empresas para instalação de novos empreendimentos na Bahia

              Foto: Rafael Martins/GOVBA
 

O governador Rui Costa assinou, nesta terça-feira (22), cinco protocolos de intenções entre o Governo da Bahia, e grandes empresas que querem instalar, ou ampliar seus empreendimentos em municípios baianos. A cerimônia aconteceu no Salão de Atos da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador, e se deu por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). A estimativa é que a implantação dos novos projetos somem R$ 8,38 bilhões em investimentos e gerem mais de 1.500 empregos diretos e cerca de sete mil postos de trabalho na fase de implantação.


“Este é um ato para comemorar, recepcionar, dizer sejam bem-vindos a investidores que acreditam na Bahia. Alguns deles já têm investimentos na área de alimentos e refrigerantes e estão ampliando seus empreendimentos. Outros estão chegando, como na área de energia renovável. Agora em dezembro, nós faremos outro ato para consolidar a parceria na área de automóveis elétricos. A Bahia tem seguido um ritmo diferente, de anos de crescimento e de inclusão e queremos colher os frutos disso na redução do desemprego, na melhoria da renda e na redução da desigualdade porque isso é um processo e acontece ao longo de anos”, afirmou o governador.

Os empreendimentos são nas áreas de alimentos, eletrodomésticos e energias renováveis. Os municípios beneficiados são Conceição do Jacuípe, Simões Filho, Gentio do Ouro, Sobradinho e Juazeiro. As signatárias dos protocolos com o Governo da Bahia são as empresas M. K BR S/A (Mondial Eletrodomésticos), Norsa Refrigerantes S.A. (Coca Cola), W. L Energia Ltda, Icó Energias Renováveis Ltda e Maracanã Geração de Energia e Participações SA.

“É um investimento significativo para o nosso estado. É uma honra imensa saber que tantos empresários estão olhando a Bahia com o foco diferenciado. O estado oferece os incentivos, através da SDE, que são atrativos para que as empresas tenham tanto os recursos, quanto os incentivos fiscais também”, explicou o secretário em exercício da SDE, João Neto Pinheiro.

Empreendimentos

No setor de alimentação, a Norsa Refrigerantes S.A. (Coca-Cola), vai ampliar sua atuação em Simões Filho, num empreendimento que vai investir R$ 245 milhões e gerar mais 125 empregos. A Mondial Eletrodomésticos, que já possui uma unidade em Conceição do Jacuípe, assinou protocolo de intenção para ampliar o empreendimento. A proposta é de que sejam investidos R$ 136 milhões e gerados 1.100 empregos, totalizando 4.615 empregos diretos. “A Bahia para gente é um estado muito bom porque logisticamente estamos no meio do Brasil, então faz sentido, pois daqui a gente atende o mercado do norte e nordeste e também do sul”, detalhou um dos fundadores da empresa, Giovanni Cardoso.

Na área de energias renováveis, a Maracanã Geração de Energia e Participações pretende investir R$ 5 bilhões na construção de um parque eólico em Gentio do Ouro, gerando 2.200 empregos diretos e 2.500 empregos indiretos na obra. Em operação, o parque vai gerar 114 empregos diretos e 78 empregos indiretos. A W.L Energia LTDA, vai investir em Sobradinho em um projeto de geração de energia solar no valor de R$ 1,8 bilhões que, em operação, vai gerar 40 empregos diretos e 40 empregos indiretos. A Icó Energias Renováveis vai levar um empreendimento para Juazeiro, no valor de 1,2 bilhões, gerando 46 empregos diretos e 92 empregos indiretos.

Balanço

Entre 2015 e outubro de 2022, a Bahia implantou 418 empreendimentos, que resultaram no investimento de cerca de 45 bilhões de reais com geração de quase 64 mil empregos. Atualmente, o estado tem 327 empreendimentos incentivados em implantação, prevendo um investimento de quase 108 bilhões de reais e a criação de aproximadamente 26 mil vagas de emprego.

Repórter: Lina Magalí

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.