Com ajuda de cão farejador, PRF apreende 160 kg de maconha e aumenta sofrimento dos usuários da droga; operações no mês de abril fazem “verdinha” sumir do mercado


Dizem que os cães são os melhores amigos do homem, porém, não é uma verdade total. Um cão farejador da Polícia Rodoviária Federal (PRF) merece ganhar o status de pior inimigo dos usuários de maconha. Na última sexta-feira (29/4), graças à sua ajuda, cerca de 160 kg da droga foram apreendidos em Feira de Santana.


A ação aconteceu durante uma ação da PRF no km 420 da BR-116. Após parar um veículo, os agentes desconfiaram dos ocupantes do veículo que estavam apresentando informações desencontradas sobre o motivo da viagem. Realizando uma busca pelo veículo com  auxílio de um cão farejador do Grupo de Operações com Cães – GOC/RONDESP, a droga foi encontrada em um fundo falso na carroceria do automóvel.


Cerca de 160 kg foram encontradas com os dois homens. Foi dada voz de prisão e tanto os indivíduos quanto a droga foram encaminhados para a unidade da Polícia Civil local para realização das medidas cabíveis.


O mês de abril ficou marcado pelas diversas operações de combate ao tráfico de drogas onde muitas plantações de maconha foram encontradas e destruídas, além de várias apreensões de tabletes da droga.


Com os constantes “baques”, a “erva do capeta” está em falta na capital baiana. Segundo dados apurados, somente neste quarto mês do ano, pouco mais de 100 mil pés foram descobertos e erradicados pela Polícia Militar em apenas três ações.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem